Quem somos

Fundada em 2016 pelos arquitetos Celio Diniz e Raíssa Rocha, no Rio de Janeiro, a Base Sete atua em diversas áreas e diferentes escalas de projeto, desde o planejamento urbano até a arquitetura residencial unifamiliar, passando por projetos de edificações educacionais, institucionais e esportivas.

A experiência acumulada em diferentes temas garante ao escritório uma visão global sobre todos os processos relativos ao projeto e à construção.

Além da qualidade no produto final, o escritório busca a excelência nos métodos de projeto para oferecer serviços satisfatórios em todas as etapas de trabalho.

Entender e identificar as necessidades particulares de cada cliente é fundamental para a realização plena dos objetivos de cada proposta. Um projeto pode representar o sonho de uma família ou uma oportunidade de negócios para uma empresa. Nesse sentido, através de uma postura crítica, o escritório oferece soluções criteriosas que atendam às expectativas do cliente e que atinjam os objetivos do empreendimento, sempre respeitando o orçamento proposto. A viabilidade econômica do projeto é fundamental.

Arquitetura interfere diretamente no cotidiano das pessoas, seja nos espaços privados ou públicos. Sendo assim, o escritório se propõe a buscar soluções projetuais inovadoras adequadas ao clima, às características do local e às pessoas que utilizarão os espaços. A investigação acerca das condicionantes de projeto é o ponto de partida. Descobrir as características morfológicas do sítio, do clima, dos costumes e padrões de vida locais, da legislação edilícia, da dinâmica da cidade, da história do lugar, dos sistemas e materiais construtivos disponíveis é importante para o correto funcionamento das edificações, sem, no entanto, desconsiderar a dimensão poética dos espaços propostos. Para isso, a Base Sete realiza uma ampla pesquisa conceitual antes de iniciar cada projeto e trabalha com ensaios e especulações sobre o tema projetual.

O escritório trabalha de forma colaborativa com o próprio cliente e com diferentes parceiros, fornecedores e consultores. Tanto arquitetura como urbanismo são processos coletivos que dependem da interação entre diversos profissionais de diferentes campos do conhecimento. O arquiteto deve ser o interlocutor entre as disciplinas. O diálogo e contribuição de todos são fundamentais para o sucesso do projeto.

--

Celio Diniz Graduado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1999. Especialista em conforto ambiental e conservação de energia pela Fupam/USP em 2007. Foi um dos sócios fundadores do escritório DDG Arquitetura entre 2001-2015, onde ganhou diversos prêmios. Atualmente também trabalha como professor de projeto na FAU/UFRJ.

Raíssa Rocha Graduada pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro em 2009. Trabalhou em diversos escritórios do Rio de Janeiro, incluindo a DDG Arquitetura.